mariana

Bela vida de escrava liberta que, sem ter aonde ir,

Morreu com seu regador entre as flores dos netos

De seus senhores.

Anúncios